Archive for agosto \24\UTC 2009

Qual é o Cep?

17/07/2009

 O Artigo a Seguir foi Escrito originalmente por Edson Fontes, e achei muito interessante seu conteúdo quando o postei na página da Constatti. Então vamos a ele:

infornacao

Qual é o seu CEP? Foi a pergunta curta e direta que a atendente de caixa de uma grande rede de supermercados me fez. Para que? Indaguei de volta. Para cadastro, respondeu ela. E quanto o supermercado vai me pagar para eu dar esta informação? Perguntei. Ela não entendeu.

Expliquei rapidamente que aquela era uma informação pessoal e que eu não queria fornecer, pelo menos tão facilmente e tão gratuitamente para o supermercado.

Reclamamos que o Grande Irmão sabe muitas informações sobre as nossas vidas, mas muitas vezes nós mesmos é que entregamos nossas informações. Tem gente que entrega demais informações. Fala mais que o necessário e não toma o cuidado com o ambiente e com a ocasião.

Precisamos verificar sempre quem nos pede informações sobre as nossas vidas e conscientemente decidir se vamos fornecer ou não esta informação. Quando éramos crianças nossos pais diziam: não falem com estranhos. Depois de mais idade precisamos nos lembrar de não fornecer nossas informações para qualquer pessoa, para qualquer vendedor, em qualquer telefonema ou em qualquer email.

Em se tratando de informações de empresas precisamos ter o mesmo cuidado. Muitas vezes os sistemas de tecnologia estão bem protegidos com identificação e senha (às vezes até token com números variáveis), porém, as pessoas são descuidadas com quem falam ou como tratam a informação sob sua responsabilidade.

Reuniões confidenciais, salas seguras, linhas de telefone criptografadas e o executivo fala ao celular durante sua sessão de ginástica onde os colegas da academia ouvem tudo (mesmo com o som da música). Ou dentro do seu carro blindado, porém, junto ao seu agente de segurança.

Na maioria das situações você é quem protege ou libera informação para o Grande Irmão, para o concorrente ou para o crime organizado! Controle a sua fala!

Este artigo foi publicado originalmente no site: ITWEB